terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

RUDIMENTOS

uma obra do nosso cliente e amigo
     António Lourenço Marques 









in

"Cada um é p'ra que nasce'
Diz um velhinho ditado;
   Mas não levem tudo a sério
   Porque o mais certo critério-
   Em vez de servir fado,
   Tendo a vida mais que um lado
   Com diverso ministério-
   É valer:´o destino faz-se'. 

































ps. Obrigado pelo seu livro- AG

Sem comentários:

Praça do Município